AUXÍLIO EMERGENCIAL

Governo Federal prorroga auxílio por mais 03 meses, que passa a valer até outubro de 2021.


A Medida Provisória (MP) 1.056/2021 abre crédito extraordinário de R$ 20,2 bilhões para custear o pagamento complementar do auxílio emergencial já está em vigor e prorrogou, por 3 meses, o pagamento do auxílio emergencial à população de baixa renda afetada pela pandemia da covid19. O benefício será pago até outubro.


O novo valor passa a ser de R$ 250,00 por família ou R$ 150,00 para quem morar sozinho! Ainda, mulher chefe de família deve receber R$ 375,00.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil. As famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Pelas regras estabelecidas, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

A nova medida provisória ainda será analisada pelo Congresso,

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo