VENDA CASADA

O QUE FAZER QUANDO UMA EMPRESA EXIGIR A VENDA CASADA!?


A maioria das vendas casadas são exigidas do consumidor, que, para alcançar um produto ou serviço, precisa adiquirir outro em conjunto. Vários são os exemplos que podemos dar sobre venda casada, os mais comuns são: Serviços de internet com TV e telefone, Cartão de crédito com títulos de capitalização, Financiamento de imóvel com seguro habitacional específico, Aluguel de espaço condicionado ao Buffet, etc...


Mas também devemos nos atentar a venda casada de maneira oculta, isto é, quando uma pessoa adquire um produto e um serviço adicional não informado que é embutido no valor pago. Essa prática é muito comum na compra de passagens e na obtenção de crédito em bancos, por exemplo.


Além da proibição da venda casada pelo Código de Defesa do Consumidor, o Banco central também proíbe a venda casada de serviços bancários, com resoluções específicas para esses contratos.


Quando verificada a prática ilegal, o consumidor deve denunciá-la aos órgãos e às instituições responsáveis pela fiscalização e defesa do consumidor, como por exemplo, o Procon.


Quando o consumidor já adquiriu o bem ou serviço por meio de uma venda casada, pode solicitar a devolução ou o cancelamento do item adicional posteriormente. A maneira mais simples, e também mais amistosa, de resolver a situação é entrar em contato com a empresa esclarecendo a sua reivindicação.


As reclamações podem serem feitas diretamente no SAC da empresa ou por meio de plataformas digitais, como "Reclame Aqui" e "Consumidor.gov.br"


Todavia, sabemos que a recusa por parte da empresa de fazer o reembolso e insistir na venda casada é comum, mas é fundamental registrar esses contatos para posteriormente fazer a denúncia para os órgãos de defesa do consumidor para que as devidas providências legais sejam tomadas, ou ingressar com ações judiciais.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo